sábado, 30 de outubro de 2010

Carta para alguém que não chegou


Ei como você está? Espero que bem, assim não tenho que me preocupar se alguém te machucou, ou como anda a sua vida, e se você tomou remédio pra essa sua gripe chata. Tô te escrevendo pra dizer que penso em você. Especialmente nesses dias frios e chuvosos dessa primavera bem apegada ao inverno. Penso em você e nesse seu sorriso bobo. Lembro do dia em que ficamos presos em casa por causa da chuva. Fizemos brigadeiro e assistimos aquele filme pela milésima vez. E ainda jogamos xadrez, e você me deixou ganhar. Deixou que eu-rainha derrubasse você-rei.

Mas não penso em você só em dias de chuva. Lembro daquele verão, quando íamos sempre ao parque. Eu não sabia andar muito bem de bicicleta - o que até hoje é verdade -, e você teve que sair me puxando. E no fim do dia você comprou aqueles balões todos coloridos pra mim.

Penso essas coisas boas e corriqueiras que faríamos se você estivesse aqui. Se nós dois estivéssemos aqui.

E agora, me pego, fazendo brigadeiro sozinha e cambaleando ao andar de bicicleta. Às vezes até caio.

Mas é que a gente foi ficando assim. Distantes. E não me agradava a idéia de estar sozinha mesmo de mãos dadas. De estar sozinha à dois. Estou te escrevendo pra dizer que essas coisas estavam adormecidas, mas que vieram à tona quando atendi o telefone, e aquela voz meio rouca falou: Oi, como você está? Sabe, eu tenho sentido sua falta...
Pois é, eu também. Eu também.

--

p.s: texto fictício, com pessoas e eventos fictícios. Né Berg?

domingo, 24 de outubro de 2010

Voa meu amor


Flores, nascem, desabrocham, exibem e nos fazem refletir a beleza que há nelas.
Borboletas, antes de serem borboletas, entram em seu casulo, e saem dele renovadas, com leveza e graça.
Estrelas, surgem como um pontinho brilhante, mas de repente esse pontinho se torna de alguém, especial para alguém, ilumina alguém.

E por que eu resolvi falar de coisinhas que prendem nosso amor - pelo menos o meu?
Porque hoje, 24/10, minha prima Biia completa mais um aninho de vida.
E como aqui é o meu espaço favorito, também é usado para que eu possa homenagear quem eu amo, e nossa como eu amo essa menina.

Minha lindona, que Deus te abençoe a cada instante. Peço sempre que Ele te dê longos anos de vida, para que eu possa também curti-los ao seu lado. Porque com você eu sou realmente feliz. Converso facilmente, te conto segredos, e alguns são só seus de verdade. Te ouço e te aconselho.
Te abraço e enxugo suas lágrimas. Te vejo e pulo em você, ou melhor te vejo, e você é quem pula em mim. Cochichamos de madrugada, e temos crises de riso silenciosos.
Eu te amo e só. E isso é tanto minha flor.


"Vou contar histórias dos dias depois de amanhã
Vou guardar tuas cores, tua primeira blusa de lã
Menina vou te guardar comigo
Teu sorriso eu vou deixar na estante para eu ter um dia melhor..."

--

p.s: não tive tempo nem dinheiro pra comprar presente, nem pra fazer algo maior tipo contratar um carro de som pra passar na sua rua dizendo que te amo, mas fiz isso aqui de coração.