terça-feira, 20 de julho de 2010

Dedico a eles


Hoje quero deixar meus assuntos de lado, vou esquecer por hoje os problemas que me afligem, e pensarei em uma forma de homenagear aqueles que tanto amo.
Há quem diga "eu não preciso de amigos", há quem diga "me viro sozinho". Eu digo "Senhor muito obrigada pelos meus grandes amigos". Afinal, se fosse possível viver sem eles, não existiria um dia para seu reconhecimento.

Um amigo é... sabe...uma pessoa que, nos deixa assim sem conseguir definir.

A gente só sente que um amigo faz parte da gente, é nossa metade. Motivo de muitos dos nossos sorrisos, aquele famoso ombro onde nos recostamos, o abrigo onde nos escondemos, a mão que nos segura, apoia, enxuga suas lágrimas.
Ah, é aquela pessoa que a gente acha, quando nem está procurando. Com quem passamos horas ao telefone, e que você entende sem nem precisar falar. E também que às vezes só senta ao seu lado e escuta seu choro, e chora com você, e pensa em uma solução pros teus problemas, e se não conseguir resolver, diz que passarão por isso juntos.

Você sabe que quando se sente sem solução, ou sem chão, ele vai estar lá, te dando terra firme, e te segurando.


Então quando você encontrar aquela pessoa que te faz sorrir, que te faz chorar também, que te entende sem precisar de questionamentos, que te acorda a alma, que goste das mesmas coisas que você - ou não -, que te acalme, que te faça cometer umas loucuras de vez em quando, com quem você briga e se emociona ao fazer as pazes, que desfrute com você dos detalhes da vida, que te ofereça seu coração, e que faça você querer abrir mão de qualquer coisa pra vê-lo (a) feliz, que você ame e ponto. E quando você encontrar essa pessoa saberá que chegou a hora. Então, só agradeça a Deus e diga bem baixinho: Obrigada Deus, encontrei um grande amigo.

Gostaria de deixar aqui o nome de todos os meus amigos,
mas na verdade, vocês sabem o espaço que possuem no meu coração,
na minha vida, e sabem que esse texto foi pra vocês.
Sim, os amo.

--

"Depois, um amigo me chamou para ajudá-lo a cuidar da dor dele. Guardei a minha no bolso. E fui." Caio F. Abreu

2 comentários:

  1. "Depois, um amigo me chamou para ajudá-lo a cuidar da dor dele. Guardei a minha no bolso. E fui."
    E irei, sempre que você estiver precisando.
    Eu te amo muito minha amiga irmã♥
    Lindo demais teu post, como sempre.
    Beijos ;*

    bellanogueiira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. oi, eu sinto saudade de você, moça (:

    beijas ♥

    ResponderExcluir