terça-feira, 20 de julho de 2010

Dedico a eles


Hoje quero deixar meus assuntos de lado, vou esquecer por hoje os problemas que me afligem, e pensarei em uma forma de homenagear aqueles que tanto amo.
Há quem diga "eu não preciso de amigos", há quem diga "me viro sozinho". Eu digo "Senhor muito obrigada pelos meus grandes amigos". Afinal, se fosse possível viver sem eles, não existiria um dia para seu reconhecimento.

Um amigo é... sabe...uma pessoa que, nos deixa assim sem conseguir definir.

A gente só sente que um amigo faz parte da gente, é nossa metade. Motivo de muitos dos nossos sorrisos, aquele famoso ombro onde nos recostamos, o abrigo onde nos escondemos, a mão que nos segura, apoia, enxuga suas lágrimas.
Ah, é aquela pessoa que a gente acha, quando nem está procurando. Com quem passamos horas ao telefone, e que você entende sem nem precisar falar. E também que às vezes só senta ao seu lado e escuta seu choro, e chora com você, e pensa em uma solução pros teus problemas, e se não conseguir resolver, diz que passarão por isso juntos.

Você sabe que quando se sente sem solução, ou sem chão, ele vai estar lá, te dando terra firme, e te segurando.


Então quando você encontrar aquela pessoa que te faz sorrir, que te faz chorar também, que te entende sem precisar de questionamentos, que te acorda a alma, que goste das mesmas coisas que você - ou não -, que te acalme, que te faça cometer umas loucuras de vez em quando, com quem você briga e se emociona ao fazer as pazes, que desfrute com você dos detalhes da vida, que te ofereça seu coração, e que faça você querer abrir mão de qualquer coisa pra vê-lo (a) feliz, que você ame e ponto. E quando você encontrar essa pessoa saberá que chegou a hora. Então, só agradeça a Deus e diga bem baixinho: Obrigada Deus, encontrei um grande amigo.

Gostaria de deixar aqui o nome de todos os meus amigos,
mas na verdade, vocês sabem o espaço que possuem no meu coração,
na minha vida, e sabem que esse texto foi pra vocês.
Sim, os amo.

--

"Depois, um amigo me chamou para ajudá-lo a cuidar da dor dele. Guardei a minha no bolso. E fui." Caio F. Abreu

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Partida


Mais um dia lendo alguns blogs, e me deparo com essa frase num post maravilhoso da
Bella.

"Se ela ainda é apaixonada eu não sei, mas ele consegue como ninguém fazer com que ela perca os sentidos."

E como sempre, , me lembrou você.

Eu não vou repetir aqui todas as coisas que ainda me fazem pensar em você, e mais ainda, que ainda me fazem te amar gostar muito de ti. Sabe, eu realmente sinto sua falta, mas eu também me canso. Me canso de esperar que um dia você volte, me canso de achar que essa história despedaçada ainda possa valer a pena, me canso de lutar contra as lembranças, me canso de escrever sobre meus devaneios; que aliás é só o que eu tenho feito ultimamente.
Eu esperei até agora que você me ligasse, fizesse sinal de fumaça, ou mandasse um torpedo grátis. Mas como eu já disse, me canso. Me cansei. E que agora venha o melhor pra mim, e pra nós. Pena que esse nós, não signifique mais eu e você juntos. Como costumava ser a expressão matemática.
Então, acho que é isso. Estou indo de verdade.

sábado, 10 de julho de 2010

Sonhos mais felizes


Oi gente, fui assistir Eclipse ( A M E I !) .
Fora o fato - só esse fato - de que os dois galãs principais serem muito lindos, de uma forma inexplicável, eu começei a comparar os meus sonhos de um romance, com as fantasias de amor que milhares de meninas alimentam em cima desses personagens.
E talvez elas sejam mais felizes do que eu. Afinal, o objeto de tanto amor nao está por perto, não as pode tocar, as palavras que eles dizem e trazem tanto encanto na verdade são da Stephenie Meyer, e sem contar o pequeno detalhe de que um é lobisomem e o outro é vampiro.
Sim, todas sabem que eles não existem e nenhuma de suas fantasias vão se tornar realidade. Mas, eu não. Eu sonho com você, lembro de tudo que disse, sinto falta do seu abraço, quase sempre te vejo e mantenho contato.
Alimentar esse sonho, dói. Saber que você está perto e eu não posso fazer nada, dói. Te ver e não te ter, dói. Desejar um personagem, não dói. Porque no fim do dia, ele é só um personagem, não importa o que ele faça ou quantas palavras bonitas ele diga. Afinal, ele não existe.
Mas você existe. E existe muito pra mim. Então, a partir de agora, estarei sonhando com um lobisomem correndo por aí...


--

.meio sem nexo