segunda-feira, 12 de abril de 2010


"Ele estava livre, infinitamente, a ponto de não mais se sentir pesar sobre a terra. Faltava-lhe esse peso das relações humanas que entrava o passo, essas lágrimas, esses adeuses, essas queixas, essas alegrias, tudo o que um homem acaricia ou dilacera toda vez que esboça um gesto, esses mil laços que o ligam aos outros e o tornam pesado."

Saint - Exupéry


¨¨

-- quero a liberdade, com todos os embargos que ela traz

Um comentário:

  1. Liberdade... Poucos tem e não sabe o que fazer com ela. Muitos não tem e nem saberiam por onde começar.

    Aprecie com moderação. bgs =D

    ResponderExcluir